Tsunami mata cinco pessoas na Indonésia

O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, confirmou a morte de cinco pessoas no tsunami que atingiu nesta segunda-feira o sul da ilha de Java, a mais povoada do arquipélago indonésio."Segundo os relatórios que recebi, o terremoto foi acompanhado de um tsunami nas praias do sul do distrito de Ciamis. Até agora há cinco vítimas fatais", disse o presidente indonésio.O maremoto ficou entre 7,2 graus e 6,8 graus de magnitude na escala Richter, com epicentro a 355 quilômetros ao sul de Jacarta e a 48,6 ou 33 quilômetros de profundidade. O fenômeno originou o tsunami às 5h19 (em Brasília). As duas medições são da agência americana Earthquake Hazard Program e do Escritório de Geofísica e Meteorologias de Jacarta.Yudhoyono ressaltou que é necessário dar prioridade à retirada dos moradores dos povoados costeiros e ao atendimento dos feridos. Uma testemunha informou que uma pessoa morreu e outra ficou ferida quando a onda atingiu Santogo, um pequeno povoado do litoral sudoeste de Java.TestemunhasTeti, morador da praia de Pangandaran, um dos destinos turísticos da região afetada, declarou a uma emissora de rádio local que "todos os hotéis foram destruídos". Ele também relatou que o tsunami atingiu Pangandaran, cerca de 40 minutos depois do sismo, e espalhou pânico entre a população, que correu para se refugiar em uma colina próxima.Imediatamente após a detecção do terremoto, o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, no Havaí (EUA), emitiu um alerta regional.Ondas de até três metros se abateram sobre as praias do sudoeste de Java, quase uma hora depois do sismo, de acordo com as testemunhas.Outra testemunha, identificado como Beni, afirmou que na praia de Pinagung, a poucos quilômetros de Pandangaran, as ondas entraram até dois quilômetros mar adentro e danificaram os edifícios mais próximos.Na ilha de Cilacap, os moradores correram para se refugiar ao ver que o nível da água estava subindo, aproximadamente meia hora depois do maremoto. Região vulnerávelA Indonésia está situada em uma região de grande atividade sísmica e vulcânica conhecida como "Anel de Fogo do Pacífico".Em dezembro de 2004, um maremoto de nove graus de intensidade tingiu o norte da ilha de Sumatra e causou um tsunami que matou 226.400 pessoas em doze países banhados pelo Oceano Índico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.