JIJI PRESS / AFP)
JIJI PRESS / AFP)

Tufão atinge região metropolitana de Tóquio com ventos de 200 km/h

Pelo menos uma pessoa morreu e 36 ficaram feridas. Serviços de transporte coletivo foram suspensos e 150 voos foram cancelados causando transtornos em uma das cidades mais populosas do mundo

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2019 | 02h26

TÓQUIO - Um tufão com ventos de 200 km/h deixou pelo menos um morto e 36 feridos na região metropolitana de Tóquio. Chamado de Faxai, o fenômeno causou transtornos na manhã desta segunda-feira, 09, com suspensão de serviços de transporte coletivo e cancelamento de voos no horário de pico em uma das cidades mais populosas do mundo.

Considerado um dos tufões mais intensos a atingir a capital do Japão nos últimos anos, o Faxai abalou construções e deixou pelo menos 900 mil casas sem energia elétrica. Linhas de metrô e trem tiveram serviços suspensos, deixando estações superlotadas. Cerca de 150 voos foram cancelados no Aeroporto Internacional de Tóquio.

Segundo informações do serviço de meteorologia japonês, o tufão se formou no Oceano Pacífico, para onde recuou depois de atingir o solo na região metropolitana da capital. O Faxai causou ventos fortes e chuvas torrenciais que registraram o acumulado de 440 milímetros em 24h . Autoridades alertam que ainda podem haver inundações ao longo do dia e milhares de pessoas foram orientadas a sair de suas casas devido ao risco de deslizamentos de terra.

Um porta-voz do governo confirmou uma morte causada pelo Faxai. Uma mulher de 50 anos foi arrastada pelo vento e empurrada contra um prédio. Ela chegou a ser socorrida, mas não sobreviveu. De acordo com a imprensa local, outras 36 pessoas ficaram feridas./Agências internacionais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.