Tufão atinge Taiwan e fecha escolas e escritórios

Ventos chegaram a 145 km/h, mas devem perder força ao atingirem capital Taipé no sábado

Agência Estado e Associated Press,

07 de agosto de 2009 | 15h57

Um tufão seguiu para Taiwan nesta sexta-feira, 7, levando ao fechamento de escritórios e escolas, atrapalhando o sistema de transportes e deixando milhões de pessoas em suas casas. Na noite de sexta-feira (hora local), o Escritório Central de Meteorologia informou que o olho do Tufão Morakot estava 40 quilômetros a leste da cidade de Hualien, no leste do país. O fenômeno atingia ventos de 145 quilômetros por hora, rumo ao norte-noroeste do país.

 

O tufão deve chegar à costa leste de Taiwan na manhã do sábado, 8, segundo o escritório. Ele deve passar direto pelo densamente povoado norte do país, incluindo a capital Taipé, onde deve chegar e perder força.

 

A China retirou mais de 20 mil pessoas das áreas costeiras da província de Fujian, por onde o tufão deve passar mais tarde no sábado. Aproximadamente 34 mil embarcações receberam ordens para voltar aos portos, segundo a agência estatal Xinhua.

 

Nesta sexta-feira, escolas e negócios por toda Taiwan estavam fechados. Autoridades cancelaram muitos voos de Taipé para destinos da Ásia e todos os voos domésticos a partir da capital. Também foram suspensas as atividades na ferrovia de alta

velocidade da ilha.

 

O Morakot será o primeiro tufão a atingir Taiwan neste ano. Os tufões geralmente chegam ao país entre julho e setembro, muitas vezes causando ferimentos e mortes nas montanhosas regiões do país, onde ocorrem deslizamentos e enchentes.

Tudo o que sabemos sobre:
Taiwantufãofuracãoclimanatureza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.