Tufão Bolaven atinge a Coreia do Norte

O tufão Bolaven atingiu a Coreia do Sul com fortes ventos e chuvas nesta terça-feira, matando nove pessoas, cinco delas chineses que estavam em barcos de pesca. O tufão também deixou 1,7 milhão de residências sem energia elétrica, cancelou voos e suspendeu temporariamente operações conjuntas dos Exércitos norte-americano e sul-coreano. O Bolaven atravessou o Mar Amarelo e já atingiu a Coreia do Norte na madrugada da quarta-feira, pela hora local.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2012 | 15h06

Equipes de resgate salvaram 12 pescadores em uma ousada tentativa, mas ainda procuram por outros 10. Eles estavam nos dois barcos de pesca chineses que bateram em rochas perto da ilha de Jeju, que fica no sul do país. A Coreia do Norte, que ainda recupera-se de inundações e de uma seca anterior, é a próxima no caminho do tufão.

Além dos pescadores chineses, que morreram afogados, o tufão matou um guarda de 48 anos no condado de Wanju, morto quando foi atingido por um contêiner de metal. Um motorista de caminhão de 50 anos foi morto por uma árvore arrancada pelos ventos. Ele saiu da boleia do caminhão para tentar tirar uma outra árvore que bloqueava a rodovia. Em Gwangju, uma mulher foi morta por tijolos arrastados pela ventania, enquanto na província de Chungcheong do Sul, outra mulher morreu quando foi derrubada do telhado de casa pelos fortes ventos.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.