Tufão deixa 115 mortos e mais de 1000 feridos na China

O mais poderoso tufão a atingir a China nos últimos sete anos já matou 115 pessoas e deixou mais de 1.800 feridas na costa do país. O tufão Rananim segue pelo continente e deixa trás de si um rastro de destruição em fazendas, cidades e portos pesqueiros. Mais de 40.000 casas foram destruídas.O tufão perdeu intensidade, convertendo-se numa tempestade tropical, depois de penetrar na província de Jiangxi, onde provoca chuvas intensas, informam meteorologistas.Dezesseis pessoas estão desaparecidas na província de Zhejiang, ao sul de Xangai, onde o tufão tocou o continente pela primeira vez, com ventos de mais de 160 km/h, segundo a Televisão Central da China.

Agencia Estado,

13 de agosto de 2004 | 15h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.