Tufão deixa 55 mortos e 17 desaparecidos na China

Pelo menos 55 pessoas morreram e 17 continuam desaparecidas no sul da China em conseqüência dos efeitos do tufão Prapiroon ("deus da chuva", em tailandês) que, apesar estar enfraquecido, ainda provoca danos na região.As últimas sete vítimas confirmadas residiam em Guangxi, o que elevou a 17 o número de mortes nessa região autônoma. A província mais afetada pela passagem do Prapiroon continua sendo Cantão, onde 35 pessoas morreram desde a última quinta-feira.Mesmo com a passagem na sexta-feira para a classificação de tempestade tropical, o Prapiroon continua atingindo com intensidade as regiões litorâneas do sul da China.Os serviços meteorológicos acreditam que a tempestade, também sentida no centro e no leste do país, perderá força progressivamente ao longo do domingo.O Prapiroon, sexta tempestade tropical da temporada a chegar na costa chinesa, obrigou 400 mil pessoas a deixarem a região, tendo afetado mais de cinco milhões de habitantes.Antes de se dirigir à China, o Prapiroon passou pelas Filipinas, onde deixou seis mortos e dois desaparecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.