Tufão deixa mortos e destruição no Japão

O tufão Songda atingiu duramente hoje o sul do Japão, deixando pelo menos três mortos e 580 feridos, cortando a energia elétrica de mais de 1 milhão de residências e forçando 60 mil pessoas a deixar suas casas. Com a força da tempestade, um navio cargueiro da Indonésia encalhou, foi inundado e seus 22 tripulantes, todos indonésios, desapareceram. "Estamos muito preocupados com o destino da tripulação, mas o mau tempo prejudica as buscas", disse um porta-voz da guarda costeira. Outro barco, de bandeira cambojana, afundou no porto de Hatsukaichi. Dois tripulantes russos morreram e três desapareceram.Segundo a TV NHK, pelo menos 27 casas foram destruídas e cerca de 1.500, inundadas. O Songda é o sétimo tufão a atingir o Japão este ano. Ele se movia hoje, com ventos de até 144 quilômetros por hora, rumo ao norte do país. As autoridades alertaram para o risco de desabamentos, já que o tufão chegou ao país dois dias depois que dois terremotos atingiram o oeste do Japão, ferindo 43 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.