Vincent Go/AFP
Vincent Go/AFP

Tufão Hagupit deixa  ao menos 21 mortos em ilha das Filipinas

Segundo a Cruz Vermelha, província de Samar Oriental foi a primeira a ser atingida pela tempestade, que tem ventos de até 210 km/h

O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2014 | 09h31

 

MANILA - Pelo menos 21 pessoas morreram, muitas delas afogadas devido ao aumento do nível das águas em Borongan, principal cidade de Samar Oriental, primeiro local atingido pelo tufão Hagupit, informou a Cruz Vermelha Nacional das Filipinas nesta segunda-feira,8.

O governo das Filipinas retirou mais de um milhão de pessoas de áreas de risco devido à chegada do tufão pelo Pacífico, despertando temores de uma repetição da tragédia provocada por um tufão do ano passado que deixou mais de 7.000 mortos ou desaparecidos.

"Nós temos relatos confirmados de que 21 pessoas morreram em Samar Oriental, 16 delas em Borongan", disse Gwendolyn Pang, secretária-geral da Cruz Vermelha Nacional das Filipinas.

O Conselho Nacional de Redução de Risco e Resposta de Desastre, em Manila, confirmou apenas dois mortos e três feridos. Duas outras pessoas teriam morrido fora de Samar, a terceira maior ilha das Filipinas, desde a chegada do Hagupit no sábado à noite. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Filipinastufão Hagupit

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.