Tufão matou mais de mil nas Filipinas, diz C.Vermelha

A Cruz Vermelha estima que mais de mil pessoas foram mortas na cidade de Tacloban e, pelo menos, 200 perderam a vida na província de Samar, nas Filipinas, depois que o tufão Haiyan atingiu o país, de acordo com informações da Reuters.

AE, Agência Estado

09 de novembro de 2013 | 12h17

Segundo a secretária-geral da Cruz Vermelha das Filipinas, Gwendolyn Pang, os números vieram de relatórios preliminares de equipes da organização em Tacloban e Samar. Contudo, Gwendolyn Pang afirmou também que os números ainda podem ser revisados.

Mais conteúdo sobre:
filipinastufãomortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.