Tufão nas Filipinas mata 4 e deixa 90.000 desabrigados

O tufão Utor atingiu as regiões central e leste das Filipinas neste domingo, 10, matando quatro pessoas, incluindo dois bebês, e forçando mais de 90.000 pessoas a fugir para centros de refugiados, informam as autoridades. Outras quatro pessoas estão desaparecidas.Cerca de 80.000 dos refugiados vêm da província de Albay, no leste do país, devastada, na semana passada, por deslizamentos de terra desencadeados por um tufão anterior. Os demais são das províncias centrais de Cebu, Leyte e Leyte do Sul, de acordo com o Conselho Nacional para Coordenação de Desastres. O Utor tocou o solo das Filipinas na cidade de Guiuan, na província de Samar Oriental, ao meio-dia de sábado. Até a tarde deste domingo (hora local), o olho da tempestade estava 90 km a noroeste da cidade de San José, na província de Mindoro Ocidental, com ventos sustentados de 120 km/h e picos de até 150 km/h.O Utor causou falhas no fornecimento de eletricidade e na comunicação telefônica em muitas áreas da região central das Filipinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.