AFP/
AFP/

Tufão obriga mais de 40 mil a deixarem suas casas no Japão

Tempestade trouxe chuvas de até 300 milímetros, fortes rajadas de vento e deslizamentos de terra

O Estado de S.Paulo

05 Julho 2017 | 04h53

TÓQUIO - As fortes chuvas torrenciais provocadas pelo tufão Nanmadol deixaram um morto e obrigaram 40 mil a deixarem suas casas no oeste do Japão. 

Um homem morreu após ser arrastado por um rio na próvincia de Hiroshima, no oeste do país, e o governo local pediu que 20 mil habitantes se dirigissem aos centros de evacuação locais, segundo a agência de notícias Kyodo. Algumas localidades tiveram chuvas de 80 milímetros em apenas uma manhã, segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês). 

As precipitações afetaram os trens entre as populosas províncias de Hiroshima e de Shimane. Alguns colégios até cancelaram aulas. 

O tufão Nanmadol, o terceiro este ano, deixou cerca de 70 mil casas sem luz na ilha de Kyushu, no sudoeste. A tempestade trouxe chuvas de até 300 milímetros, ventos fortes e deslizamentos de terra. O transporte aéreo, ferroviário e por estradas foi prejudicado. 

Pelo menos três pessoas se feriram em acidentes relacionados com rajadas de vento e deslizamentos de terra, segundo a rede de televisão NHK. / EFE e AFP

Mais conteúdo sobre:
TÓQUIOJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.