Tufão Prapiroon já fez pelo menos 31 mortos na China

Pelo menos 31 pessoas morreram e 14 estãodesaparecidas na província de Cantão, no sul da China, em conseqüência das chuvas e dos fortes ventos provocados pelo tufão Prapiroon, informou neste sábado a agência estatal de notícias Xinhua. O Prapiroon, que chegou na quinta-feira à costa chinesa, afetou 3,72 milhões de pessoas em Cantão e deixou um prejuízo estimado em US$ 300 milhões. As localidades mais afetadas da província até o momento são Taishan, Enping e Yanchun, segundo uma porta-voz do escritório de Controle de Secas e Inundações. Os efeitos do Prapiroon ("Deus da Chuva" em tailandês) chegaram às províncias vizinhas de Guangxi e Hainan, além de Hunan e Hubei,no centro do país, e Jiangxi, no leste. Segundo a administração meteorológica, o tufão, que seDebilitou na sexta-feira e passou a ser uma tempestade tropical, vai provocar maischuvas neste sábado no litoral de Cantão e Guangxi, e em algumas áreas de Fujian, Jiangxi, Hunan e Hubei. Este ano, os tufões mais graves até o momento no verão chinês foram o Bilis, com mais de 600 mortes, e o Kaemi, com 100 mortose desaparecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.