Tufão Utor chega à China

O tufão Utor chegou ao sul da China nesta quarta-feira, levando à retirada de milhares de pessoas de suas casas, depois de fechar o centro financeiro de Hong Kong e afundar um navio de carga.

Agência Estado

14 de agosto de 2013 | 11h06

Com fortes ventos e chuvas torrenciais, o tufão forçou o fechamento de escolas, escritórios, shopping centers e canteiros de obras ao longo do trajeto que percorreu na província chinesa de Guangdong.

Apenas na cidade de Maoming, mais de 60 mil pessoas foram evacuadas, enquanto outras 98 mil foram transferidas para lugares seguros na ilha de Hainan, onde 26 mil barcos de pesca tiveram de se abrigar nos portos. Os voos e serviços de balsa da ilha foram suspensos.

Não há notícias imediatas de danos ou vítimas na China em função da tempestade, que trouxe ventos sustentados de 145 quilômetros por hora.

Em Hong Kong, escritórios, escolas e tribunais foram fechados e a bolsa de valores interrompeu os negócios, trazendo uma calma incomum ao normalmente agitado centro comercial. Mais de 350 voos foram cancelados ou adiados e os serviços de ônibus e balsa foram reduzidos. Pelo menos seis pessoas ficaram feridas na ilha.

Já equipes de resgate retiraram 21 tripulantes de um navio de carga, após a embarcação começar a afundar a sudoeste de Hong Kong, segundo a emissora de TV RTHK. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinatufão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.