Tufões obrigam a retirada de 700 mil na Ásia

Filipinas esvaziam área com 200 mil antes da chegada do Mitag ; Hagibis deve atingir o Vietnã no final de semana

Efe e Associated Press,

22 de novembro de 2007 | 10h42

As autoridades das Filipinas trabalham nesta quinta-feira, 22, para retirar 200 mil pessoas por conta da chegada do tufão Mitag, que se aproxima a uma velocidade maior do que a inicialmente prevista pelos meteorologistas. O governo do Vietnã também prepara a retirada de 500 mil habitantes antes da chegada do tufão Hagibis, que já tem ventos de 133 quilômetros por hora.   Nas províncias de Albay, Camarines Norte e Sur, Catanduanes, Quezon, Sorsogon e na ilha de Polillo, nas Filipinas, foi declarado alerta máximo antes que o Mitag chegue na sexta-feira, após ter passado de tempestade tropical para tufão e mudado de direção de forma repentina.   Os 12 milhões de habitantes da capital das Filipinas, Manila, também serão afetados por chuvas torrenciais na madrugada da sexta-feira, de acordo com as previsões meteorológicas.   A Agência de Serviços Atmosféricos, Geofísicos e Astronômicos das Filipinas (Pagasa) disse que o Mitag pode voltar a mudar de direção e seguir para o norte, apesar de outros especialistas considerarem isso improvável.   Não está descartada a possibilidade de que nas próximas 24 horas ele ganhe intensidade, com ventos superiores a 220 km/h. As autoridades esperam poder concluir a tempo a retirada das pessoas em povoados propensos a enchentes e deslizamentos de terras, que a cada ano, durante a temporada de chuvas, deixam dezenas de mortos nas Filipinas.   No Vietnã, centenas de soldados foram mobilizados para ajudar a população a reforçar a estrutura das suas casas. Autoridades ordenaram que 200 mil pescadores e 40 mil barcos retornem para a costa.   O Hagibis deve atingir o país asiático no final de semana. O fenômeno ganhou intensidade nesta quinta-feira, transformando sem em tufão. Ele estava a 600 quilômetros da capital do país, Ho Chi Minh, nesta tarde (horário local).

Tudo o que sabemos sobre:
MitagFilipinasHagibisVietnã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.