Tuítes de jurado anulam condenação de suspeito

A Corte Suprema do Estado americano do Arkansas anulou a condenação à morte de Erickson Dimas-Martínez. O motivo foi uma série de tuítes enviados pelo celular de um jurado durante as sessões. Pela lei, jurados devem se manter incomunicáveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.