Tumulto após acidente provocado por americanos deixa 8 afegãos mortos

Um acidente de trânsito envolvendo soldados americanos no Afeganistão desencadeou, nesta segunda-feira, um dos piores tumultos ocorridos em Cabul desde a queda do regime liderado pela milícia fundamentalista islâmica Taleban, no fim de 2001. Centenas de manifestantes saquearam lojas e pediram "morte à América". Pelo menos oito pessoas morreram e 107 ficaram feridas, informaram autoridades locais.Centenas de soldados afegãos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) posicionaram-se ao redor da capital enquanto manifestantes protestavam em frente ao palácio presidencial, depredavam postos policiais, incendiavam viaturas e promoviam saques. A sede do grupo assistencial CARE Internacional esteve entre os locais saqueados.Computadores foram queimados e colunas de fumaça saíam de alguns dos prédios atacados, constatou a reportagem da Associated Press. Em outro ponto da cidade, manifestantes retiraram um homem de aparência ocidental à força de um carro e o espancaram. O homem conseguiu escapar a posicionou-se atrás de uma coluna de policiais. Tiros foram disparados na direção dos manifestantes.O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, divulgou uma declaração na qual pediu calma e assegurou que o governo se esforçaria ao máximo para "proteger a vida das pessoas e suas propriedades".O porta-voz do Ministério da Saúde, Abdullah Fahim, disse que oito corpos foram levados a hospitais de Cabul e 107 pessoas foram tratadas por ferimentos. Segundo ele, todas as vítimas são afegãs. Fahim não soube dizer quais as circunstâncias exatas das mortes e não está claro se o número de mortos inclui as pessoas que perderam a vida no acidente de trânsito.O acidenteNo acidente, três veículos militares americanos desencadearam um engavetamento que envolveu pelo menos 12 veículos civis na hora do rush. Logo em seguida, os soldados abriram fogo contra pessoas que começaram a atirar pedras. O tumulto começou nos bairros da zona norte de Cabul e logo se espalhou pela cidade.Segundo o exército americano, uma pessoa morreu e seis ficaram feridas no acidente, mas a polícia afegã informou que três pessoas morreram e 16 ficaram feridas.O coronel americano Thomas Collins, porta-voz do Exército dos EUA, confirmou que os soldados efetuaram disparos para o alto e lamentou por eventuais mortos e feridos. Segundo ele, o incidente já está sendo investigado.De acordo com Collins, o acidente aparentemente foi causado por uma falha mecânica em um dos veículos americanos. Os moradores de Cabul costumam reclamar da forma agressiva como os militares americanos dirigem pela cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.