Tumulto em evento religioso deixa 36 mortos no Mali

Um tumulto deixou 36 mortos e 64 feridos após o final de uma cerimônia religiosa em um estádio no Mali. Dezenas de milhares de pessoas foram ao local para receber a bênção de um dos imãs mais conhecidos do país, Osman Madani Haidara, durante o período sagrado muçulmano do Maulud. De acordo com testemunhas, o número de pessoas ultrapassava o limite normal do estádio.

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2011 | 12h59

Quando os participantes se retiravam da cerimônia, na noite de ontem, parte da multidão ficou prensada contra uma barreira de metal, perto de uma das saídas do estádio, disse Sadio Gassame, ministro da Segurança Interior e Proteção Civil.

Não foi revelada a possível causa do tumulto. No ano passado, pelo menos 15 pessoas morreram em outro corre-corre em uma mesquita em Timbuktu, no Mali, também durante o período sagrado do Maulud. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Malitumultomortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.