Tumulto em festival hindu mata 32 pessoas pisoteadas na Índia

Pelo menos 32 pessoas morreram pisoteadas durante um tumulto em um festival hindu no Estado de Bihar, no sul da Índia, nesta sexta-feira, a maioria mulheres e algumas crianças, informou o chefe de polícia local.

REUTERS

03 de outubro de 2014 | 19h20

Uma multidão tinha se reunido em um local ao ar livre na capital do Estado, Patna, para a queima de efígies ao crepúsculo, parte do festival Dusshera, que celebra a vitória do bem sobre o mal no épico Ramayana.

Autoridades disseram que o corre-corre aconteceu no fim do evento, quando as pessoas já deixavam o local. Canais de televisão citaram uma testemunha que disse não haver iluminação suficiente quando a cerimônia terminou.

Pelo menos 15 pessoas foram levadas ao hospital, relatou o chefe de polícia, P.K. Thakur. A polícia está examinando imagens de circuito fechado para determinar o que desencadeou o pânico.

“Havia muito pouco policiamento, e vendedores que tinham montado suas barracas perto dos portões de saída, tornando a passagem mais difícil”, declarou uma testemunha à rede NDTV.

O superintendente da polícia de Patna, Prantosh Kumar Das, disse que algumas pessoas relataram ter ouvido um boato de que um cabo elétrico partido havia caído no chão e que o rumor se espalhou rapidamente pela multidão, levando a uma disparada para os portões.

A televisão mostrou sapatos, chinelos e bolsas de mão espalhados pelo solo.

(Por Jatindra Das e Rupam Jain Nair)

Tudo o que sabemos sobre:
INDIAMORTOSFESTIVAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.