Tumultos no Egito deixam mais três mortos

Protestos na cidade de Port Said, no Egito, deixaram três mortos neste domingo, um deles um adolescente, segundo autoridades. Outras 433 pessoas ficaram feridas no segundo dia de conflitos na cidade. Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de Port Said para um funeral em massa dos 37 mortos nos confrontos do dia anterior, protestando contra o presidente islamita do país, Mohammed Morsi.

EQUIPE AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2013 | 16h01

A violência eclodiu quando algumas pessoas da multidão atiraram e a polícia reagiu com gás lacrimogêneo, disseram testemunhas. "Estamos muito preocupados com o que pode ocorrer após o funeral", disse um ativista, afirmando que a cidade está sob tensão.

Os conflitos em Port Said eclodiram no sábado após uma corte condenar e sentenciar 21 réus à morte por suas participações em um confronto em massa durante uma partida de futebol em 1º de fevereiro de 2012, que deixou 74 mortos. A maior parte dos réus é composta de torcedores. A corte ainda decidirá o futuro de 73 outros réus em março. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EgitoviolênciamortesPort Said

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.