Túnel para resgate pode chegar a mineiros no sábado

Homens presos no Chile devem esperar no máximo dez dias para resgate, segundo ministro.

BBC Brasil, BBC

07 de outubro de 2010 | 18h27

Um dos três túneis sendo escavados para o resgate dos 33 mineiros presos em uma mina no Chile deve alcançar os homens até o sábado, disse nesta quinta-feira o ministro das Minas do Chile, Laurence Golborne.

O ministro ressaltou, porém, que o processo pode ser atrasado se existir necessidade de substituição de algum equipamento.

Golborne afirmou que a máquina T-130, conhecida como "plano B", já escavou 535 metros, faltando apenas 90 metros para chegar ao abrigo onde estão os mineiros.

Quando terminar a perfuração, engenheiros vão analisar se é seguro içar os homens para a superfície e se é necessário, como planejado, forrar o túnel com um invólucro de metal - um processo que poderia levar vários dias.

Golborne disse que, no máximo, os mineiros devem esperar dez dias pelo resgate.

Progresso rápido

Há poucos dias, o presidente chileno, Sebastián Piñera, disse que as equipes "estavam muito perto" de resgatar os mineiros e que ele esperava que isso acontecesse antes de sua viagem à Europa, programada para o dia 17 de outubro.

O cronograma de resgate foi reduzido depois que as três escavadeiras utilizadas no local começaram a progredir rapidamente.

Avanço da escavação está sendo mais rápido do que o esperado

Na semana passada, o governo havia mencionado que as tentativas de resgate começariam na segunda metade de outubro, quando anteriormente o prazo se estendia até o início de novembro.

Assim que o túnel de resgate estiver pronto, uma cápsula de aço, projetada pela marinha chilena e construída especificamente para este propósito, será utilizada para retirar os trabalhadores da mina.

O plano é que oficiais da Marinha desçam para avaliar a situação e ajudar os mineiros a utilizar a cápsula. O processo de retirada de cada um dos homens presos deve durar uma hora.

Treinamento

Médicos dizem que os trabalhadores estão recebendo treinamento físico como preparação para o resgate. Eles também estariam tendo aulas com especialistas em relações públicas para aprenderem a lidar melhor com a imprensa.

Os mineiros também têm utilizado as pequenas cápsulas por onde eles recebem comida e suprimentos para mandar para a superfície lembranças e objetos.

Parentes dos homens presos na mina perto de Copiapo, a cerca de 725 km da capital Santiago, estão preparando uma festa para comemorar o resgate.

Recentemente, outros funcionários da mina fizeram um protesto dizendo que não haviam sido pagos desde o acidente.

Cantando "não somos apenas 33", cerca de 200 trabalhadores fizeram uma passeata em Copiapo cobrando o dinheiro da empresa, que tem grandes dívidas e está enfrentando ações na Justiça movidas por familiares dos mineiros presos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
mineiroschileresgatemina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.