Tunísia detém dois suspeitos de ligação com a Al Qaeda

A televisão estatal tunisiana afirmou que duas pessoas com suposta ligação à afiliada da Al Qaeda no Norte da África foram presas em uma operação perto da fronteira líbia. Os dois estariam carregando cintos explosivos e granadas. Eles foram presos na região de Remada, cidade no sul da Tunísia.

AE, Agência Estado

15 de maio de 2011 | 09h40

A reportagem diz que eles supostamente pertenceriam ao grupo islâmico Maghreb, cuja base é na Argélia e que estaria realizando sequestros e ataques pelo noroeste da África nos últimos anos. Nenhum outro detalhe estava imediatamente disponível.

A região onde as prisões foram feitas tem vivido reflexos da guerra na vizinha Líbia nas últimas semanas. Milhares de refugiados da Líbia entraram em Remada e outras cidades próximas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TunísiaAl Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.