Tunísia estende estado de emergência por 3 meses

Autoridades tunisianas anunciaram nesta quinta-feira a extensão, por mais três meses, do estado de emergência vigente no país desde o início do ano. O decreto que estende o estado de emergência foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial da Tunísia.

Agência Estado

01 Setembro 2011 | 16h13

O governo interino do país norte-africano considerada necessário estender o estado de emergência pelo menos até 30 de novembro por conta dos riscos à segurança do país representados pela guerra civil na Líbia e pela própria instabilidade interna da Tunísia.

Com isso, o país estará sob estado de emergência em 23 de outubro, data para a qual está marcada a votação para eleger uma Assembleia Constituinte após décadas de ditadura.

Trata-se da terceira extensão do estado de emergência desde que foi decretado pela primeira vez em meio ao levante popular que culminou na queda da ditadura liderada por Zine El Abidine Ben Ali em janeiro. A revolta desencadeou uma onda de insurreições populares por países do Oriente Médio e do norte da África. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Tunísia estado de emergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.