Tunísia pede à Arábia Saudita extradição de Ben Ali

O governo da Tunísia questionou a Arábia Saudita se o ex-presidente exilado Zine El Abidine Ben Ali está morto e pediu oficialmente sua extradição, dizendo que ele é acusado de "vários crimes sérios". Ben Ali voou rumo à Arábia Saudita em 14 de janeiro, encerrando o período de 23 anos no poder, diante de uma onda de protestos populares que derrubou seu regime. Nos últimos dias, surgiram rumores de que o ex-presidente estivesse doente ou até mesmo de que tivesse morrido no exílio.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 16h52

Um comunicado do ministério do exterior citado pela agência de notícias estatal TAP diz que o pedido de extradição foi enviado por meio dos canais diplomáticos. O pronunciamento afirma, ainda, que o governo vigente agiu "após um novo conjunto de acusações contra o presidente deposto, referente a seu envolvimento em vários crimes sérios, cometendo e incitando homicídio voluntário e semeando discórdia entre cidadãos do mesmo país, pressionando-os a matar uns aos outros". As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
TunísiaArábia SauditaBen Ali

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.