Tupolev mandou sinal de seqüestro, diz companhia aérea

A companhia aérea russa Sibir confirmou que o Tupolev-154, que caiu ontem com 46 pessoas a bordo, emitiu um sinal de alerta de seqüestro antes da queda. "Sim, temos a confirmação de que o avião deu um sinal momentos antes de cair", disse um porta-voz da empresa. O Tupolev 154, que partiu do aeroporto de Domodedovo em direção ao resort de Sochi, no Mar Negro, desapareceu das telas dos radares por volta das 16 horas (de Brasília), caindo em seguida. A Sibir negou que o avião tenha apresentado problemas técnicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.