Turbulência fere 32 em viagem entre Hong Kong e Tailândia

As vítimas apresentavam arranhões e contusões, após terem se chocado com malas ou outros objetos

Efe

02 de outubro de 2008 | 12h13

Pelo menos 32 pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira, 2, por causa das turbulências sofridas pelo avião onde viajavam e que fazia a rota entre Hong Kong e Bangcoc, informaram fontes de saúde tailandesas. As vítimas, que apresentavam arranhões e contusões, após terem se chocado com malas ou outros objetos, foram levados a vários centros médicos da cidade, segundo a porta-voz de um dos hospitais. Inicialmente, foi divulgado que havia 20 feridos, todos em estado leve, mas as autoridades de saúde informaram depois que pelo menos dois passageiros tiveram lesões de certa gravidade nas costas. Por enquanto, não se sabe a nacionalidade dos feridos. Dos feridos, 21 eram passageiros e os outros 11 eram membros da tripulação, segundo a companhia aérea. O vôo CI-641 da companhia aérea China Airlines aterrissou à 1h30 (3h30 de Brasília) no aeroporto internacional de Suvarnabhumi (Bangcoc) procedente de Hong Kong, depois que o piloto contatou a torre de controle para solicitar um pouso antes da hora prevista, e que médicos e ambulâncias estivessem prontos para atender os feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
turbulênciaaviãohong kongtailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.