Turcos protestam contra projeto de controle à internet

A polícia de choque turca disparou balas de borracha, gás lacrimogêneo e canhões de água em centenas de pessoas que protestavam neste sábado em Istambul contra um projeto do governo da Turquia para aumentar o controle sobre o uso da internet entre a população.

Agência Estado

18 de janeiro de 2014 | 19h21

De acordo com fontes oficiais, a polícia entrou em ação depois que alguns manifestantes atiraram bombas incendiárias contra agentes que estavam no local. Algumas pessoas foram detidas, mas não há informações sobre feridos.

A polícia conteve os manifestantes que se reuniram no centro da cidade e marcharam pelas ruas para denunciar o projeto de lei que daria poder às autoridades da área de telecomunicações da Turquia para bloquear sites ou remover conteúdo acusado de violar a privacidade dos cidadãos, sem uma decisão judicial. A lei também obrigaria as empresas provedoras de internet a manter arquivados os dados dos usuários por dois anos.

Os opositores argumentam que, se aprovado, o projeto aumentaria ainda mais o grande controle exercido pelo governo sobre a utilização da internet. O governo rejeita as acusações de censura, dizendo que a medida tem como objetivo proteger a privacidade da população. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIAPROTESTOINTERNET

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.