Turistas chineses sofrem grave acidente de trânsito na Coreia do Norte

Trinta e dois chineses e quatro trabalhadores norte-coreanos morreram, segundo o Ministério das Relações Exteriores chinês

EFE

23 Abril 2018 | 01h59

PEQUIM - Trinta e dois turistas chineses e quatro trabalhadores norte-coreanos morreram, além de dois cidadãos chineses ficaram "gravemente feridos", em um acidente de ônibus na Coreia do Norte na noite de domingo, 22, informou o Ministério das Relações Exteriores chinês nesta segunda-feira, 23.

"Expressamos as nossas profundas condolências aos compatriotas da China que morreram e aos trabalhadores da Coreia do Norte, e também aos feridos e as famílias das vítimas", afirmou Lu Kang, porta-voz de Exteriores, em entrevista coletiva em Pequim.

+++ Coreia do Norte admite morte de seis pessoas em acidente ocorrido em mina em janeiro

A Embaixada chinesa em Pyongyang informou as autoridades da Coreia do Norte que tinha acontecido um acidente de trânsito no qual estavam envolvidos turistas chineses na noite de domingo, 22.

"Os detalhes estão sendo verificados. Um grupo de trabalhadores da Embaixada da China viajou para o local do acidente acompanhado de uma pessoa responsável do Ministério das Relações Exteriores", explicou o Ministério.

"A China iniciou os trabalhos de emergência durante a noite e não economizou esforços para conhecer mais detalhes do fato", acrescentou.

+++ Coreia do Norte admite colapso em prédio

A Comissão Nacional de Saúde chinesa anunciou em seu site que enviou uma equipe de quatro especialistas médicos à Coreia do Norte para participar dos trabalhos de resgate, e que "transportam de forma urgente o equipamento necessário e as remédios para os feridos".

A Coreia do Norte está cooperando "ativamente" com a China nos trabalhos de resgate, reabilitação e investigação em torno do acidente, segundo o Ministério de Exteriores chinês.  /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.