AFP/ Joel Ford
AFP/ Joel Ford

Turistas ficam presos em roda-gigante após atentado em Londres

Administradores da London Eye disseram que impediram as pessoas de desembarcar por medida de precaução

O Estado de S.Paulo

22 de março de 2017 | 23h23

LONDRES - Turistas ficaram presos a 135 metros de altura numa das principais atrações de Londres, a roda-gigante London Eye, também conhecida como Millennium Wheel. A estrutura ficou fechada por mais de duas horas com centenas a bordo depois do ataque terrorista em frente ao Parlamento. Em sua conta no Twitter, a equipe que administra a atração informou que a medida foi tomada por precaução.

Um dos turistas que ficaram retidos nas cápsulas da roda gigante, de onde se pode ver o Big Ben e o Parlamento britânico, disse que crianças aterrorizadas choravam incontrolavelmente.

O turista americano Jack Hutchinson, de 16 anos, estava na London Eye quando ocorreu o ataque. “Vi três corpos no chão e muitos policiais. Foi terrível, não sabia o que estava acontecendo, pensei em um ataque a bomba”, disse o adolescente de Boston, que estava com os pais. “Não pretendo subir mais na London Eye.” / AP

Tudo o que sabemos sobre:
LONDRESParlamentoTwitterBoston

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.