Turquia acusa Damasco de violar território

A Turquia acusou ontem a Síria de violar seu território e não descartou o envio de tropas para estabelecer áreas de proteção para a população civil em território sírio. Na segunda-feira, soldados de Damasco teriam disparado contra campos de refugiados administrados pelos turcos. Ambos os governos trocaram duras acusações.

GENEBRA, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2012 | 03h07

O premiê turco, Recep Tayyip Erdogan, acusou Damasco de ter claramente violado seu território e prometeu adotar novas medidas. Na sexta-feira, ele viaja para Riad, onde se reúne com o rei saudita para debater a crise. "Vamos considerar medidas como resposta, entre elas as que não queremos nem pensar em adotar", disse. "Vamos avaliar a resposta a essa violação da fronteira e conduziremos um diálogo com países da região."

O chanceler da Síria, Walid Muallem, acusou a Turquia de armar os rebeldes e de ajudá-los a entrar em território sírio. "A Turquia abriga grupos armados e montou campos de treinamento. Ela permite que eles cruzem a fronteira de forma ilegal e se dediquem ao tráfico de armas", disse Muallem. / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.