Turquia autoriza tropa no Iraque; iraquianos rejeitam idéia

O Parlamento turco aprovou o envio de tropas ao Iraque, decisão que pode levar ao envio do primeiro grande contingente de soldados muçulmanos para as forças de estabilização. Mas o Conselho de Governo do Iraque disse que se opõe à presença de forças turcas em território iraquiano. A declaração do Conselho, nomeado pelos EUA, reflete a história de tensões entre os países vizinhos e o temor, por parte dos iraquianos, de que a Turquia tente anexar território ou reprimir a etnia curda.A despeito da oposição dos iraquianos, os Estados Unidos vêm pressionando a Turquia para que envie soldados ao Iraque. Os parlamentares turcos aprovaram a medida por 358 votos a 183, em sessão a portas fechadas. O Legislativo autoriza o governo a mandar homens por um ano, mas não especifica o tamanho do destacamento. Os EUA querem 10.000 soldados turcos.O Conselho iraquiano, de 15 membros, se reuniu nesta terça-feira para debater a possibilidade da chegada de tropas turcas, ?e após longos debates chegamos ao consenso de emitir uma declaração contrária?, disse o conselheiro Mahmoud Othman, um curdo. Mas o Conselho adiou a divulgação da nota - Othman atribui o fato a pressão por parte da administração americana no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.