Turquia confirma morte de soldado durante cessar-fogo na Síria

Turquia confirma morte de soldado durante cessar-fogo na Síria

De acordo com o ministro da Defesa turco, apesar da baixa, cessar-fogo será respeitado

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2019 | 04h22

ANCARA - Um soldado turco morreu e outro ficou ferido neste domingo, 20, depois de um ataque da milícia curda YPG na Síria. A informação é do Governo da Turquia.

A baixa turca acontece durante o cessar-fogo de cinco dias negociado por Estados Unidos e Turquia, para que o YPG se retire da região. Apesar do acordo, lideranças curdas e turcas denunciam violações do acordo, que foi fechado na quinta-feira.

Segundo o Ministério da Defesa da Turquia, o ataque aconteceu na cidade de Tel Abyad, um dos pontos onde se concentrou a ofensiva turca contra os curdos em 9 de outubro. Os soldados atacados faziam uma missão de reconhecimento e vigilância em Tel Abyad, quando foram atacados por militantes do YPG com munição anti-tanque e armas leves.

O ministro afirmou que o ataque foi revidado "dentro do marco da legítima defesa", mas adicionou que a Turquia segue comprometida em cumprir o acordo, apesar da violação. / REUTERS E EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Síria [Ásia]Turquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.