Turquia considera incursão dentro do Iraque contra rebeldes curdos

Insurgentes ampliaram ações violentas contra forças turcas nas últimas semanas

Associated Press e Efe

14 Setembro 2011 | 14h25

ANCARA - O ministro da Defesa da Turquia, Ismet Yilmaz, disse nesta quarta-feira, 14, que o país está determinado a tomar qualquer decisão para combater os rebeldes curdos, inclusive um possível operação dentro das fronteiras do Iraque. "Fiquem seguros. Tudo o que for necessário será feito", disse.

 

O discurso de Yilmaz reflete as declarações dadas pelo ministro do Interior, Idris Naim Sahin, na terça-feira. Ele disse que as forças turcas poderiam "atacar a qualquer momento", dependendo apenas da resposta dada pelas autoridades iraquianas sobre a suposta operação.

 

Líderes turcos, no entanto, afirmaram que não há planos para uma incursão no momento. No mês passado, a Força Aérea da Turquia bombardeou áreas que abrigam supostos esconderijos de rebeldes em resposta aos ataques que têm ocorrido na área da fronteira.

 

Nesta quarta, por exemplo, a agência Anatolia informou que militantes do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) mataram um policial e deixaram outro gravemente ferido em um ataque na província de Kahramanmaras, sudeste da Turquia. O incidente teria ocorrido na terçam contra o carro no qual os policiais faziam a patrulha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.