Damon Winter/The New York Times
Damon Winter/The New York Times

Turquia desenvolverá políticas de liberação de vistos de acordo com propostas de Erdogan

Na semana passada, presidente turco atacou o bloco por pedir que Ancara mude suas leis de terrorismo para que fiquem alinhadas aos requisitos políticos da União Europeia

O Estado de S. Paulo

09 Maio 2016 | 14h27

ANCARA - A Turquia desenvolverá com a União Europeia as políticas a respeito da liberação de vistos, e irá executá-las de acordo com as declarações recentes do presidente Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira, 9, o porta-voz do Ministro turco das Relações Exteriores.

Na sexta-feira, Erdogan atacou o bloco por pedir à Turquia que mude suas leis de terrorismo para que fiquem alinhadas aos requisitos políticos da União Europeia para facilitar as viagens dos turcos à Europa.

O porta-voz Tanju Bilgic também disse que a Turquia readmitiu até agora 386 imigrantes, incluindo 14 sírios, e que 125 sírios foram realocados na Europa, como parte do acordo sobre a questão migratória.

A isenção de vistos para que cidadãos turcos possam viajar pelos países do Espaço Schengen pode estar ameaçada pela escalada da crise política e os embates entre Erdogan e a Comissão Europeia. Na quarta-feira, o organismo europeu acenou com a liberação, mas exigiu, por meio de um relatório, que Ancara mude suas leis anticorrupção e antiterror nas próximas semanas.

A decisão final sobre o tema caberá aos 28 integrantes da União Europeia, mas já na sexta-feira, Erdogan reagiu: “Vamos fazer do nosso jeito; vocês façam do seu”. /Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.