Turquia desiste de transformar adultério em crime

O governo turco desistiu de apresentar ao Parlamento um projeto de lei que propunha classificar o adultério como crime. A decisão foi tomada após reunião de emergência entre a chancelaria e o Ministério da Justiça. O governo queria incluir um artigo no Código Penal para restabelecer a pena de prisão para a infidelidade conjugal, uma disposição abolida em 1996.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.