Turquia detém três suspeitos de integrar rede terrorista Al-Qaeda

Em julho, 14 foram presos por planejar atacar embaixada americana em Ancara

Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 12h55

ISTAMBUL - As autoridades da Turquia detiveram três pessoas suspeitas de pertencerem à rede extremista Al-Qaeda, informou nesta sexta-feira, 12, a agência de notícias Anatólia, do governo. Segundo a agência estatal, os três foram presos em Istambul e acusados de "participação em uma organização terrorista".

Veja também:

especialMAPA: As franquias da Al-Qaeda

A Anatólia informou que dois dos suspeitos são cidadãos azeris. Eles foram identificados como Fizuli M. e Islam G. O terceiro suspeito, um cidadão turco, foi identificado como Mehmet T. A agência não cita a fonte das informações e a polícia de Istambul não quis comentar as detenções.

 

No mês passado, a polícia turca deteve 14 suspeitos de pertencerem à Al-Qaeda. Eles estariam tramando um atentado contra a Embaixada dos Estados Unidos em Ancara. Uma data para o julgamento não foi marcada. Ainda não está claro se a prisão do turco e dos dois cidadãos do Azerbaijão está relacionada ao caso. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TurquiaextremismoAl-Qaedaterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.