Turquia diz que regime sírio se tornou 'milícia armada'

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Ahmet Davutoglu, disse neste sábado que o regime sírio acabou se tornando uma "milícia armada" que recorre à violência numa tentativa de permanecer no poder.

AE, Agência Estado

01 de dezembro de 2012 | 15h01

Davutoglu, que falou durante reunião de ministros árabes da pasta, em Istambul, declarou oposição ao governo sírio do presidente Bashar Assad. Também no encontro, os presentes manifestaram apoio aos palestinos depois de a ONU promover a Organização para a Libertação da Palestina (OLP) de "entidade observadora" a "Estado observador".

Davutoglu e outras autoridades disseram na conferência que o regime sírio representa uma ameaça não apenas para o povo do país, mas também para a paz e a segurança na região.

A onda de violência na Síria, iniciada em março do ano passado, levou milhares de habitantes a abandonarem o país para buscar refúgio em nações vizinhas, como a Turquia. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiamilícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.