Reuters
Reuters

Turquia envia comboio militar para fronteira com a Síria

País pediu que presidente sírio Bashar Assad renunciasse em meio ao êxodo de refugiados

AE, Agência Estado

28 de junho de 2012 | 09h19

ANCARA - A Turquia deslocou um pequeno comboio de caminhões militares - transportando artilharia antiaérea e outras armas - em direção à fronteira com a Síria, informou a TV estatal turca nesta quinta-feira, 28, quase uma semana depois do abate de um caça militar turco por forças sírias ter elevado a tensão entre os dois países.

Veja também:

linkO dilema turco

linkTurquia diz que verá unidade militar síria como ameaça

linkTurquia faz alerta à Síria sobre movimentações militares

O comboio chegou à base militar perto da cidade fronteiriça de Yayladagi, segundo imagens exibidas pela estação TRT.

Nos últimos dias, a Turquia tem alertado a Síria a manter seus soldados afastados da fronteira caso não queiram provocar uma resposta armada.

Na quarta-feira, um ministro sírio admitiu que seu país pode ter confundido o avião turco abatido com um jato israelense. Também ontem, o ministro da Informação sírio, Omran al-Zoebi, disse em entrevista ao canal de notícias turco A Haber que Damasco não quer uma crise com a Turquia.

A Turquia fez vários apelos ao presidente sírio Bashar Assad que renuncie em meio ao êxodo de cerca de 33 mil sírios que buscaram refúgio no país, fugindo da repressão do regime sírio a grupos oposicionistas desde o início de um levante popular em março do ano passado.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
TurquiaSíriafronteiradisputa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.