Turquia foi alertada sobre risco de seqüestro de avião

A Turquia foi alertada, há dias, sobre o risco de seqüestro de aviões por parte de terroristas chechenos. De acordo com a agência de notícias Interfax, o alerta, emitido por forças de segurança russa, citava o nome dos dois chechenos que na última quinta-feira seqüestraram o Tupolev russo com 174 pessoas a bordo. O avião ia de Istambul para Moscou e foi desviado para Medina, na Arábia Saudita. O fim do seqüestro aconteceu ontem de madrugada, quando forças de segurança sauditas invadiram a aeronave, prenderam os seqüestradores e libertaram os reféns. A ação terminou com a morte de três pessoas: um dos extremistas chechenos, um passageiro turco e uma aeromoça russa. Um seqüestrador e um passageira ficaram feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.