Turquia investiga teólogos em suposta conspiração

Matérias dos jornais e agências de notícias turcas disseram hoje que a polícia está realizando buscas em casas e escritórios de pelo menos cinco professores de teologia, como parte da investigação dos assassinatos de três cristãos em 2007, incluído um cidadão alemão.

AE, Agência Estado

30 Março 2011 | 17h52

A agência de notícias Dogan disse hoje que a polícia investiga se os assassinatos fizeram parte de uma conspiração mais ampla, planejada por círculos seculares para derrubar o governo turco do AKP, Partido da Justiça e Desenvolvimento, de raízes islâmicas. Essa conspiração levaria ao caos e derrubaria o governo.

Um dos acadêmicos, o professor Adurrahman Kuçuk, disse que fez pesquisas com missionários cristãos na Turquia, mas negou qualquer laço com os conspiradores. Centenas de pessoas entre militares, políticos, médicos e jornalistas já estão em julgamento por supostamente fazerem parte da conspiração para derrubar o governo. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Turquiaconspiraçãoreligião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.