Turquia investiga teólogos em suposta conspiração

Matérias dos jornais e agências de notícias turcas disseram hoje que a polícia está realizando buscas em casas e escritórios de pelo menos cinco professores de teologia, como parte da investigação dos assassinatos de três cristãos em 2007, incluído um cidadão alemão.

AE, Agência Estado

30 de março de 2011 | 17h52

A agência de notícias Dogan disse hoje que a polícia investiga se os assassinatos fizeram parte de uma conspiração mais ampla, planejada por círculos seculares para derrubar o governo turco do AKP, Partido da Justiça e Desenvolvimento, de raízes islâmicas. Essa conspiração levaria ao caos e derrubaria o governo.

Um dos acadêmicos, o professor Adurrahman Kuçuk, disse que fez pesquisas com missionários cristãos na Turquia, mas negou qualquer laço com os conspiradores. Centenas de pessoas entre militares, políticos, médicos e jornalistas já estão em julgamento por supostamente fazerem parte da conspiração para derrubar o governo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaconspiraçãoreligião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.