TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Turquia libera pebolim após 48 anos de proibição

Desde 1968, o jogo estava na categoria de jogos de azar, da mesma forma que o pinball, considerados prejudiciais para a sociedade

O Estado de S. Paulo

11 de março de 2016 | 17h51

ISTAMBUL - Uma nota oficial do Ministério de Comércio e Alfândegas turco legalizou o pebolim, ou totó, na Turquia, onde o jogo era proibido há 48 anos, informou nesta sexta-feira, 11, o jornal Milliyet.

O Tribunal Constitucional já havia decidido em sentença no dia 13 de janeiro anular a lei que incluía o pebolim entre os jogos proibidos, com penas que variavam entre 1 e 5 anos de prisão. Desde 1968, o jogo estava na categoria de jogos de azar, da mesma forma que o pinball, considerados prejudiciais para a sociedade.

O tribunal determinou que o pebolim serve para exercitar as "aptidões manuais", por isso anulou a proibição, decisão agora acatada pelo Ministério de Comércio, o que permite até mesmo a importação de mesas de pebolim.

A roleta e jogos de azar, assim como os cassinos, continuam proibidos na Turquia, onde a polícia costuma realizar operações contra locais de jogos clandestinos. Os tradicionais jogos de cartas de baralho e o popular gamão não estão nesta categoria. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
PimbolimTurquiajogos de azar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.