Turquia nega tropas para atacar Iraque

O governo da Turquia decidiu nãocontribuir com tropas para qualquer possível campanha dosEstados Unidos contra o Iraque, divulgou nesta segunda-feira a mídiaturca.Entretanto, a Turquia poderia vir a oferecer apoio logístico,segundo o canal privado NTV, numa aparente referência ao uso dasbases aéreas turcas.O vice-presidente dos EUA, Dick Cheney, deve chegar nesta terça-feira aAncara, a última parada em seu giro por nove nações árabes,Israel e Grã-Bretanha em busca de apoio a uma possível campanhacontra o Iraque.O presidente George W. Bush tem rotulado o Iraque deintegrante de um "eixo do mal" e advertiu Bagdá de que poderá seratacada, caso não permite a volta de inspetores de armas da ONU.Aviões dos EUA já usam a base aérea de Incirlik, no sul daTurquia, para impor uma zona de exclusão aérea no norteiraquiano. A base foi importante para o lançamento de ataquescontra o Iraque durante a Guerra do Golfo.A Turquia é um aliado próximo dos EUA e tem apoiado comdeterminação a campanha antiterror liderada pelos americanos noAfeganistão. Entretanto, Ancara tem deixado claro que se opõe àexpansão da campanha para o vizinho Iraque.A decisão de não oferecer tropas foi tomada depois de reuniõesentre autoridades militares e do governo, segundo a NTV. Autoridades não quiseram comentar a notícia.A Turquia está preocupada com que uma guerra no Iraque venha adesestabilizar o Oriente Médio e levar curdos iraquianos aformar um Estado independente, encorajando ambições semelhantesentre os 12 milhões de curdos da Turquia.Sevket Bulent Yahnici, vice-presidente de um partidonacionalista na coalizão governamental, disse que a Turquia vaiaproveitar a visita de Cheney para explicar os perigos de umataque contra o Iraque, especialmente num momento de escalada doconflito entre israelenses e palestinos."Uma intervenção ou uma operação seria um duro golpe nas esperanças de paz e calma no OrienteMédio", considerou Yahnici.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.