Olay Duzgun/DHA-Depo Photos/AP
Olay Duzgun/DHA-Depo Photos/AP

Governo turco prende mais de mil pessoas acusadas de tentativa de golpe

Presidente Erdogan acusa os presos de participação em movimento para derrubar o governo

O Estado de S.Paulo

26 Abril 2017 | 06h36

ISTAMBUL – A polícia da Turquia deteve mais de mil pessoas nesta quarta-feira, 26, suspeitas de pertencer ao movimento acusado de tentativa de golpe de Estado em julho de 2016. O governo de Tayyip Erdogan vem reforçando operações contra supostos aliados do ativista Fethullah Gülen, rival político do presidente e apontado por ele como o mentor dos esforços para derrubar o governo.

Güllen vive nos Estados Unidos desde 1999 e nega todas as acusações. A operação acontece poucos dias após o referendo no qual a maioria da população turca apoiou o fortalecimento do poder de Erdogan.

Conforme o ministro do Interior do país, Süleyman Soylu, a operação desta quarta ocorreu simultaneamente em todas as 81 províncias turcas e levou à prisão de 1.009 suspeitos de traição. / EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.