EFE/Turkish President Press Office
EFE/Turkish President Press Office

Turquia protesta contra imprensa iraniana e convoca embaixador

'Teerã deve pôr fim imediatamente à publicação de comentários em meios de comunicação sobre o presidente Erdogan', diz a nota

O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2016 | 15h57

ANCARA - O Ministério das Relações Exteriores da Turquia convocou nesta sexta-feira, 8, o embaixador iraniano em Ancara para protestar pela cobertura da imprensa estatal do Irã sobre as relações entre Turquia e Arábia Saudita.

"Teerã deve pôr fim imediatamente à publicação de comentários em vários meios de comunicação iranianos vinculados a organismos estatais que arremetem contra o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, por sua recente visita a Riad", disse o ministério em nota. 

Ainda de acordo com a chancelaria, a imprensa iraniana estabeleceu um vínculo entre a recente visita de Erdogan e as execuções maciças de presos, poucos dias mais tarde.

Erdogan realizou uma visita oficial a Riad em 29 e 30 de dezembro, e em 2 de janeiro, as autoridades sauditas informaram sobre a execução de 47 pessoas, entre eles o clérigo saudita xiita opositor Nimr Baqir al Nimr.

A execução de Nimr provocou protestos em Teerã onde manifestantes atacaram a embaixada saudita, algo que levou à ruptura de relações diplomáticas por parte de Riad. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Turquia Irã Arábia Saudita

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.