Turquia volta a atacar fronteira síria

A artilharia turca bombardeou ontem a Síria pelo quarto dia consecutivo, em retaliação a tiros de morteiro do país vizinho. Rebeldes se confrontam com as tropas do governo sírio perto da fronteira, reacendendo temores de que a crise pode se transformar em um conflito regional. Ainda ontem, o ministro da Defesa da Síria, general Fahd Jassem al-Freij, disse que a rebelião contra o regime do presidente sírio Bashar Assad será reprimida e que a violência que tomou o país terminará em breve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.