Turquia vota renovação do Parlamento em eleições

Quatorze partidos políticos e 699 candidatos independentes brigam pelas 550 cadeiras do Parlamento

EFE,

22 Julho 2007 | 01h46

Cerca de 42,5 milhões de turcos, de uma população de 71,8 milhões, foram chamados neste domingo, 22, às urnas para escolher um novo Parlamento em eleições antecipadas convocadas pelo primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan.   Os colégios eleitorais abriram suas portas às 7 horas (1 hora de Brasília) no leste do país e uma hora mais tarde na parte ocidental.   O fechamento dos colégios eleitorais será às 16 horas (10 horas de Brasília) no leste e uma hora mais tarde na zona oeste.   Quatorze partidos políticos e 699 candidatos independentes brigam pelas 550 cadeiras do Parlamento.   Para poder assumir as cadeiras, os partidos deverão conseguir pelo menos 10% do total dos votos, enquanto os candidatos independentes não estão submetidos a esta limitação.   As pesquisas apontam como vencedor o Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), de Erdogan, com uma maioria que oscila entre 29% e 48% das intenções de voto, segundo diversos institutos.   Os primeiros resultados provisórios, baseados nas pesquisas de boca-de-urna, são esperados para uma hora depois do fechamento dos 158.700 colégios eleitorais, embora as porcentagens mais decisivas sejam previstas para as 22 horas (16 horas de Brasília).   Segundo as leis eleitorais turcas, nenhuma emissora de TV poderá divulgar pesquisas até as 18 horas (meio-dia de Brasília).   A campanha eleitoral terminou sem maiores incidentes, a exceção do assassinato do candidato independente Tuncay Seyranoglu, que não teria motivos políticos e foi ligado a um suposto "acerto de contas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.