TV belga causa susto ao anunciar secessão no país

Telespectadores belgas se assustaram com a notícia de que metade do seu país havia declarado independência unilateralmente - para depois descobrir que o anúncio não passava de uma brincadeira. A falsa notícia foi veiculada na última quarta-feira, 14, à noite pelo canal estatal belga de televisão RTBF, em língua francesa. A TV afirmou que a região de Flandres, a metade de língua holandesa no norte da Bélgica, havia declarado independência, se separando da parte que fala francês.Imagens supostamente ?ao vivo? mostravam multidões agitando a bandeira flamenga, longas filas de trânsito em direção aos aeroportos e trens interrompidos nas proximidades das ?novas fronteiras?.Milhares de pessoas telefonaram para a TV estatal. O site da RTBF entrou em colapso por causa do excesso de pessoas tentando acessá-lo, e políticos fizeram declarações repercutindo o assunto.Orson Welles ?Nossa intenção foi mostrar aos telespectadores belgas a intensidade do assunto para o futuro da Bélgica, e a possibilidade real de que a Bélgica deixe de ser um país em alguns meses?, disse à BBC o gerente de notícias da RTBF, Yves Thiran.As últimas eleições locais belgas mostraram forte apoio para o partido nacionalista de extrema-direita Vlaams Belang, advogado da independência de Flandres.O primeiro-ministro, Guy Verhosfstadt, criticou a TV de língua francesa pela iniciativa. ?Foi um Orson Welles de mau gosto?, ele afirmou, referindo-se a uma clássica ?pegadinha? do diretor, que em 1938 levou ouvintes de rádio americanos a acreditar que o mundo estava sendo invadido por marcianos.?No atual contexto, é irresponsável um canal público de televisão anunciar o fim da Bélgica, como uma realidade apresentada por jornalistas de verdade?, acrescentou o primeiro-ministro.O diretor do canal admitiu que muitos belgas não entenderam a piada. ?Obviamente, assustamos muitas pessoas - talvez mais que esperávamos?, disse Yves Thiran.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.