TV do Hamas troca seu Mickey Mouse por outros personagens

Morte de Farfour nas mãos de israelense foi encenada para tirá-lo do ar

Agencia Estado

03 Julho 2007 | 15h26

A emissora de televisão do Hamas, que na semana passada "matou" um boneco do Mickey Mouse que pedia a crianças para lutarem contra Israel, vai usar outros personagens famosos para impulsionar sua agenda islâmica, disse um funcionário do canal nesta segunda-feira, 2. O apresentador do show infantil "Pioneiros do Amanhã", Farfur, se vestia como uma cópia do personagem de Walt Disney. O Mickey "falso" apanhou até morrer no episódio final do show, semana passada, por um personagem atuando como israelense. Farfur e uma co-apresentadora instruíram telespectadores mais jovens do braço militante do Hamas sobre a piedade muçulmana e pediram que as crianças apoiassem a resistência armada contra Israel. Mohammad Saeed, diretor de produção da televisão Al-Aqsa, disse à Reuters que a estação usaria outros personagens famosos em shows futuros. "Farfur era uma história quando vivo e se tornou outra história como mártir", disse Saeed. O show foi criticado por grupos de direitos israelenses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.