TV usa fantoches para cobrir julgamento

Proibida por lei de filmar o interior de uma sala de julgamento, a emissora de TV WOIO decidiu recriar as situações usando fantoches. Para ilustrar aos telespectadores o que ocorria dentro de uma sessão em Cleveland, os bonecos repetiam diante das câmeras as frases ditas pelos participantes. O caso envolve uma acusação de fraude financeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.