TVs árabes divulgam vídeo dos últimos momentos de Saddam

Um vídeo com imagens dos últimos momentos da execução do ex-ditador Saddam Hussein, supostamente gravado com um telefone celular, foi divulgado neste domingo por várias redes de TV doIraque e de outros países árabes.Nas imagens, de baixa qualidade, é possível ver Saddamacompanhado de seis carrascos encapuzados sendo conduzido à forcanum quarto escuro.Na gravação, também são ouvidas vozes que elogiam o rebeldeclérigo xiita Moqtada al-Sadr e gritam "Moqtada, Moqtada, Moqtada". Outras vozes elogiam Mohammed Baqer al-Sadr, pai de Moqtada, assassinado em 1998 durante o regime de Saddam Hussein.Além disso, um dos carrascos grita para Saddam: "Vá para oInferno". Logo em seguida, um representante da Procuradoria-Geral que estava no local interrompe o algoz e lhe diz: "Por favor, este homem vai ser executado".Por sua vez, Saddam, vestido de preto, diz, enquanto olha paraforca: "É uma forca da desgraça". Depois, frisa que "esta é (uma demonstração de) virilidade", em referência ao fato de que não temia a execução. No vídeo, Saddam também aparece lendo frases do culto muçulmano e dizendo "Não há outro Deus senão Alá, e Maomé é seu profeta".Exatamente na hora em que o ex-ditador é enforcado, a transmissãotermina. Mas, ainda assim, é possível ouvir o corpo de Saddam caindo no cadafalso instalado na sala.O ex-presidente iraquiano foi enforcado no sábado, por volta das 6h (1h de Brasília), na sede da antiga inteligência militar iraquiana, num bairro de Bagdá. FuneralDezenas de iraquianos assistiram neste domingo ao funeral de Saddam, que será enterrado em sua aldeia natal, Al-Awja, naprovíncia de Salahedin, 170 quilômetros ao norte de Bagdá.Segundo imagens da rede de TV catariana Al-Jazira, dezenas de simpatizantes do ex-presidente iraquiano participaram da oração da madrugada.Nas imagens, é possível ver o caixão do ex-ditador coberto comuma bandeira do Iraque. Saddam deverá ser enterrado num túmulo próximo aos de seus dois filhos homens, Uday e Qusay.A Al-Jazira assegurou que as imagens eram as primeirasdivulgadas de Al-Awja por uma rede de TV. Além disso, afirmou que os parentes de Saddam já tinham começado a receber os pêsames pelamorte do ex-governante."Poucas pessoas deram as condolências" em Al-Awja, disse Hassanal-Nasseri à emissora, que o identifica como um primo de Saddam.Por sua vez, o vice-governador de Salahedin, Abdallah Hassan,afirmou neste domingo a uma rede de TV local que, para o corpo de Saddam ser levado para sua aldeia natal, foi necessária uma autorização do Departamento de Estado americano e do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush."Segundo informações que obtive, para o traslado do corpo deSaddam foram necessárias a aprovação do Departamento de Estado (dos EUA) e inclusive a autorização pessoal de (George W.) Bush", disse Hassan.O cadáver de Saddam foi levado para cidade de Tikrit, capital deSalahedin, de sábado para domingo, num helicóptero militaramericano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.