Tymoshenko diz que não é candidata a premiê

'A informação sobre minha candidatura para o posto de primeiro-ministro da Ucrânia chegou para mim como uma surpresa', disse a ex-primeira-ministra

Agência Estado

23 de fevereiro de 2014 | 11h46

A ex-primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, pediu para não ser considerada candidata à nomeação para o cargo de primeira-ministra do país, diz neste domingo, 23, texto postado no site do partido de oposição Batkivshchyna.

"A informação sobre minha candidatura para o posto de primeiro-ministro da Ucrânia chegou para mim como uma surpresa", disse Tymoshenko no comunicado. Ela saiu da prisão na noite de sábado e discursou para milhares de pessoas pouco depois em Kiev.

"Ninguém me consultou sobre a questão. Eu agradeço a vocês pelo respeito, mas peço que minha candidatura para a chefia do governo não seja considerada", afirma o texto.

A decisão deixa o Parlamento, que deve retomar suas atividades na segunda-feira, com outras duas candidaturas: a do líder do partido Batkivshchyna, Arseniy Yatsenyuk, e a do empresário e membro do Legislativo Petro Poroshenko. Os parlamentares podem votar a escolha de um novo primeiro-ministro já na manhã se segunda-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaTymoshenkocandidatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.